O apito da Tobasa - Giano Guimarães

O apito da Tobasa

Quando a tobasa apita
Todo mundo sabe a hora
Esse é o relógio de Toc
Que intriga o povo de fora
Mas já virou tradição
Para o povo desse chão
Essa lembrança sonora

De manhã toca às sete
Sete e meia hora do café
Hora de ir pro trabalho
De carro, moto ou a pé
Onze trinta toca de novo
Essa é a hora que o povo
Leva pra boca a colher

Uma hora da tarde é certo
Que vai tocar outra vez
Uma e meia a gente escuta
O som que o apito fez
E as cinco e trinta da tarde
A tobasa finda o alarde
Foi-se o dia com rapidez.

Giano Guimarães

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário