Ainda há esperança - Giano Guimarães

Ainda há esperança 

Essa noite caiu cedo
E o sonho ainda sonhado
Mostrava o mundo habitado
Por uma espécie de medo
Não era nenhum segredo
Que a paz estava em perigo
Que raro era ter um amigo
No meio da quase guerra
Mas no fim eu vi da terra
Brotar a união contigo.

Giano Guimarães




Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário