No inferno - Barros Alves

No inferno

Morri, fui ao inferno e vi primeiro
Prelados de alta estirpe em negra trama,
Vi líderes, pastores de alta fama
Em conluio com velhos feiticeiros.

Presbíteros astutos e matreiros,
Que por um nada aqui faziam dramas,
Lá eu os vi ardendo em muitas chamas,
Aos safanões por cargos e dinheiros.

Então, eu perguntei aos diabos chefes:
- De onde vieram tantos mequetrefes?
De qual país, de qual sociedade?

E responderam os tais que o Sempiterno
Enviou pras profundas do inferno
Todos os santarrões da Cristandade.

Barros Alves





Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário