Zeca Tocantins - Minha Terra

Minha Terra

Sou do tipo que se orgulha
de ser filho dessa terra
sou de paz mas vou a guerra
se alguém lhe desafiar.
Sou filho de seu Cametar
pescador a vida inteira
que Deus numa terça - feira
convidou pra descansar.

Aqui ergui o meu reinado
da mais pura poesia
nas noites de cantoria
plantei versos nesse chão.
Vi acendendo o clarão
nos olhos de minha gente
pois poesia é semente
que brota no coração.

Não troco a minha cidade
por Roma, nem por Paris
amo minha Imperatriz
de um povo hospitaleiro.
Este torrão brasileiro
orgulho de minha pátria
é como um solo de flauta
no peito de um seresteiro.

Aqui aprendi o mistério
de transcrever pro papel
a dádiva que vem do céu
servir nossa inspiração.
Colhi nessa plantação
frutos de raros sabores
que fecundam com louvores
toda a minha criação.

Se queres, canto uma ópera
ou um martelo alagoano
mas posso mudar o plano
se assim for do seu agrado.
Bolero ou Mourão Voltado
nenhum gênero me intimida
foi na Escola da Vida
que cursei o meu doutorado.

Zeca Tocantins 


Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário