Como fazer uma boa redação para o vestibular ou Enem, dicas e exemplo - passo a passo

Qualquer pessoa é capaz de fazer uma boa redação, desde que siga algumas regras básicas, e tenha em mente a estrutura básica de construção de um texto dissertativo argumentativo, ou seja, a velha e boa redação. Também é de grande importância que você esteja antenado com alguns temas atuais que estejam fazendo parte das discussões da sociedade. Tema como preconceito, corrupção, crise política, desigualdade, questões ambientais e tecnologia, são exemplos de assuntos que podem ser usados como temas para redações.

É lógico que você não precisa dominar tais temas, mas é interessante que esteja atualizado e conheça pelo menos um pouco desses assuntos, para poder argumentar de forma clara, coesa e sucinta na linhas de sua redação.

Estrutura da redação

Geralmente nas redações são delimitadas quantidades de linhas para que o candidato não ultrapasse tal quantidade. Em muitos casos uma redação deverá ter entre 20 e 30 linhas.
Recomendamos que você construa sua redação utilizando 5 parágrafos de 5 linhas cada, somando um total de 25 linhas.

Uma boa redação deve ser dividida em três partes textuais que darão sentido e conectividade ao texto. As três partes são: Introdução, Desenvolvimento e Conclusão

Reserve o primeiro parágrafo para a INTRODUÇÃO ao tema indicado para redação. Nesse parágrafo você escreverá algo básico sobre o tema.

Do 2º ao 4º parágrafo você fará a parte do DESENVOLVIMENTO do texto. Nessa parte do texto você irá argumentar sobre o tema, tentando inserir elementos que possam enriquecer a redação, debater, questionar, discutir e levantar o máximo de informação que você saiba sobre o tema em questão.


No 5º e último parágrafo você fará a CONCLUSÃO. Nesse último parágrafo você encerrará o texto fazendo uma conexão final com os outros parágrafos. Na conclusão você poderá fazer sugestões, questionamentos, afirmações, dar opiniões sobre o tema e etc.

Ao final de sua redação leia atentamente a mesma e procure destacar ideias importantes que possam sugerir um TÍTULO para o seu texto. Não esquecer que há grande diferença entre o TEMA e o Título. Tema é o assunto que será abordado. O Título é mensagem inicial de sua redação, é a palavra ou frase que resumira e identificará o seu texto na primeira linha, antes do início da redação.

Exemplo de redação:
Tema: Discriminação étnica e racial

A pele marcada pelo preconceito e injustiça

A sociedade brasileira recentemente tem tentado colocar em discussão o problema da discriminação racial, que desde a abolição da escravatura, está arraigada nos corações e mentes dos brasileiros, mesmo que estes muitas vezes a neguem. O Brasil é um país extremamente preconceituoso e que ainda vê e trata os negros de forma inferiorizada e estigmatizada. A abolição libertou os negros das correntes, mas trouxe a eles outras prisões.

O Brasil é um país de grande miscigenação, onde negros, índios e brancos se misturaram para criar essa grande diversidade humana. Apesar desta grande mistura a maior parte da população é negra, e essa maioria ao longo do último século até os dias de hoje tem sido violentada em seus direitos e dignidade. O povo negro em sua maioria vive excluído a margem da sociedade e enfrentando a pior de suas heranças do tempo da escravidão, a herança maldita do preconceito.

Todos aqueles que receberam sua liberdade tiveram, ou que se submeter ao trabalho análogo ao trabalho escravo, ou tiveram que mendigar, uma vez que depois da liberdade, o Estado desamparou essas pessoas, deixando-as literalmente à margem da sociedade, sem nenhuma política que pudesse incluir os ex-escravos nessa nova sociedade de “homens livres”, de modo que esses foram mantidos separados por muito tempo como pessoas de um outro nível.

Os negros tem, pouco a pouco ocupado espaços em nossa sociedade que ainda são predominantemente ocupados por pessoas de cor clara. Políticas de inclusão social tem avançado e contribuído para isso. Infelizmente o preconceito e discriminação prevalecem, justamente porque a maior parte dos pobres são negros e não tem acesso a serviços básicos de qualidade como saúde, educação e moradia.

Não só as políticas sociais devem ser usadas para combater a discriminação que é provocada pela diferença da cor da pele. É preciso que haja uma profunda mudança em nossa sociedade, principalmente através da educação, para que qualquer forma de preconceito seja eliminada de nosso meio e as oportunidades possam de fato chegar a todos, independente de sua condição econômica, cor da pele, religião, idade ou sexo.



Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário