Porto seguro - Francisco José

Porto seguro

Ah! Quem me dera que teu corpo
fosse para mim um porto seguro
lançaria como ancora meu coração
e atracaria junto ao teu
só assim, refrigeraria m’nhalma
em suas águas tranquilas
e me deitaria em teus verdes pastos.

Francisco José



Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário