Em loucas correrias - Frederico de Castro

Em loucas correrias
Com ensinamentos
retocas-me toda a
imensa primavera
que corre decidida
no édito mágico dos tempos
Com verdades a preceito
suspiras pulsante
porque todo eu
te aceito
acérrimo, intenso
em correrias satisfeito
Entardeceste o céu plúmeo
com chuviscos adocicados
derramados em meus parapeitos
de solidão
Golpeias todas as tempestades
perfeitas
com intuitos intemporais
pacifistas
Acodes-me a noite
onde adormeçemos
nas palmas das mãos etéreas
surfando em toda a paz infinita
anarquista…assim que nos
aventuramos pelas áureas da vida
em loucas correrias

Frederico de Castro



Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário