Vida de cão - Giano Guimarães

Vida de cão

Guerra toda semana
Na luta Marias e joanas
Pedros e Joaquins
Numa peleja sem fim

Pobreza cultural, social, coletiva, individual
Dois real por dia, que humilhação
Só dá pra comprar o mingau
Chega domingo e não tem nem o do pão

Essa é a guerra do cidadão
Na luta pela paz e contra a vida de cão
Lutando pelo sustento
Trabalhando pelo alimento
Vivendo no sofrimento, sedento

La em cima o banqueiro comendo lagosta
Contando os dólares rindo
Você aqui debaixo na bosta
Com um salário mínimo, que lindo

Guerra urbana, política desumana
Atitudes insanas
Passam por cima de tudo pela grana
Absurda realidade, Injustiça e maldade

Repressão, caos, aglomeração
Cidade entupida
Pobreza esculpida e solidão
Guerra do político contra o cidadão
Salários altos e o mínimo pra população

Na TV o BBB é só o que você quer ver
Não se preocupa em ler, aprender, conhecer
Na novela da vida real o que prevalece é o mal
Guerra e luta, a realidade é bruta
Sem cortes, sem troca de canal
Mas você se acomoda em casa
Dia a após dia e não faz nada

Enquanto isso aqui e no estrangeiro
O politiqueiro e o banqueiro
Sorriem o dia inteiro comendo caviar
Fartos de tanto mamar
Nas tetas do brasileiro.

Giano Guimarães


Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário