SAUDOSA AMNÉSIA - Paulo Leminski

SAUDOSA AMNÉSIA

a um amigo que perdeu a memória
Memória é coisa recente.
Até ontem, quem lembrava?
A coisa veio antes,
ou, antes, foi a palavra?
Ao perder a lembrança,
grande coisa não se perde.
Nuvens, são sempre brancas.
O mar? Continua verde.

Paulo Leminski



Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário