Poema Cecília Meireles - Retrato em luar

Retrato em luar

Nunca tive os olhos tão claros
e o sorriso em tanta loucura.
Sinto-me toda igual às arvores:
solitária, perfeita e pura.

Aqui estão meus olhos nas flores,
meus braços ao longo dos ramos:
e, no vago rumor das fontes,
uma voz de amor que sonhamos.

Cecília Meireles

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário