Fagundes Varela - Livro das Sombras

Livro das Sombras

A.....

Pensava em ti nas horas de tristeza
Quando estes versos pálidos compús...
Cercavam-me planícies sem beleza,
Pesava-me na fronte um céu sem luz.

Ergue este ramo solto em teu caminho:
Sei que em teu seio asilo encontrará!...
Só tu conheces o secreto espinho
Que dentro dalma me pungindo está!...

Fagundes Varela

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário