Poemas dos maiores poetas brasileiros

Seleção de poemas dos maiores Poetas Brasileiros (em ordem aleatória)

Machado de Assis

Erro - Machado de Assis
Machado de Assis - Livro e Flores
Machado de Assis - Minha musa
Machado de Assis - O sofá
Machado de Assis - Paródia
Machado de Assis - Vai-Te

Vinícius de Moraes

Mar - Vinícius de Moraes
O velho e a flor - Vinícius de Moraes
Soneto do amor maior (Vinícius de Moraes)
Vinícius de Moraes - A rosa de Hiroxima
Vinícius de Moraes - Amor em paz
Vinícius de Moraes - Eu não existo sem você
Vinícius de Moraes - O verbo no infinito
Vinícius de Moraes - Poema dos olhos da amada
Vinícius de Moraes - Poética
Vinícius de Moraes - Soneto de Fidelidade
Vinícius de Moraes - Soneto do Amigo

Augusto dos Anjos

Saudade (Augusto dos Anjos)
Augusto dos Anjos - Ao Luar
Augusto dos Anjos - À Mesa
Anseio - Augusto dos Anjos
O meu Nirvana - Augusto dos Anjos
O Fim das Coisas - Augusto dos Anjos
O morcego - Augusto dos Anjos
Versos de amor - Augusto dos Anjos

Olavo Bilac

Olavo Bilac - A Coragem
Olavo Bilac - A Infância
Olavo Bilac - A Madrugada
Olavo Bilac - Ano Bom
Olavo Bilac - Ave Maria
Olavo Bilac - Deus
Olavo Bilac - Imunidade
Olavo Bilac - Justiça
Olavo Bilac - Meia noite
As Flores - Olavo Bilac
As formigas - Olavo Bilac
O Avô - Olavo Bilac
O boi - Olavo Bilac
Olavo Bilac - A Boneca (Poesias infantis)

Cora Coralina

A Outra Face - Cora Coralina
Ainda não - Cora Coralina
Cora Coralina - Mãe
Cora Coralina - Pensamento
Poema de Cora Coralina - Assim eu vejo a vida

Gonçalves Dias

Canção do Exílio - Gonçalves Dias
Gonçalves Dias - O canto do guerreiro
Gonçalves Dias - Recordação
Não me deixes! - Gonçalves Dias
Poema de Gonçalves Dias - Amanhã
Solidão - Gonçalves Dias

Cruz e Sousa

Cruz e Sousa - Asas abertas
Alma ferida - Cruz e Sousa
Bondade - Cruz e Sousa
Cruz e Sousa - Deusa Serena
Cruz e Sousa - Floresce!
Cruz e Sousa - Perfeição
Cruz e Sousa - Piedade
Demônios - Cruz e Sousa
Luar - Cruz e Sousa
Luz da Natureza - Cruz e Sousa
O Coração - Cruz e Sousa

Carlos Drummond de Andrade

Amar - Carlos Drummond de Andrade
Carlos Drummond de Andrade - José
Carlos Drummond de Andrade - As sem-razões do amor
Carlos Drummond de Andrade - No banco de Jardim (Poesia Infantil)
Carlos Drummond de Andrade - Passagem do Ano
O Enterrado Vivo - Carlos Drummond de Andrade
Poemas de Carlos Drummond de Andrade - Quero
Sentimental - Carlos Drummond de Andrade

Castro Alves

A criança - Castro Alves
Ao dia sete de setembro - Castro Alves
Castro Alves - Amar e ser amado
Castro Alves - Cansaço
Castro Alves - Tirana
Epitáfio - Castro Alves
O Navio Negreiro - Castro Alves
O povo ao poder - Castro Alves
Poemas de Castro Alves - Amante

Ferreira Gullar

Ferreira Gullar - Extravio
Ferreira Gullar - Traduzir-se
Ferreira Gullar – Não há vagas

Mário Quintana

Gestos - Mário Quintana
Mario Quintana - A canção da vida
Mario Quintana - Da observação
Mario Quintana - Das utopias
Mario Quintana - Os degraus

Paulo Leminski

Paulo Leminski - Adminimistério
Paulo Leminski - Amar você é coisa de minuto
Paulo Leminski - Amor bastante
Paulo Leminski - Apagar-me
Paulo Leminski - Atraso Pontual
Paulo Leminski - Aviso aos náufragos
Paulo Leminski - Bem no fundo
Paulo Leminski - Desencontrários
Paulo Leminski - Dor elegante
Paulo Leminski - Eu
Paulo Leminski - Incenso fosse música
Paulo Leminski - Invernáculo
Paulo Leminski - Merda e Ouro


Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário