Alvoroço - Geir Campos

Alvoroço

Dizem que quando a ponta de um espinho
agride alguma célula da pele,
as células do tecido vizinho
aprestam seus núcleos em torno dele.

talvez o mesmo efeito se revele
se em lugar de agressão for um carinho
a arrepiar algum ponto da pele
— um beijo, por exemplo, não espinho.

Carinho ou agressão chama a correr
alvoroçadas reservas do ser
a tais toques de alarma ou de desejo.

Talvez não seja mais que uma impressão
mas — toda vez que vou beijar-lhe a mão,
sinto-a vir por inteiro à mão que beijo...

Geir Campos


Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário