Manuel de Oliveira Paiva - Na feira

Na feira

Olá, quem é que não foi
De manhã na Feira Velha.
Onde gente é como abelha,
Onde retalha-se o boi?

—Bem ao pé do chichazeiro
Quase em frente do portão
A tia Chica, no chão,
Vendia o seu tabuleiro.

Mais além, no calçamento,
Uma briga depravada
Entre mulheres vadias.

"Esmola pra o Sacramento!"
Um homem de opa encarnada
Diz na bodega do Frias.


Manuel de Oliveira Paiva

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário