Trovas - José Lucas de Barros

Trovas de José Lucas de Barros

Quando a jangada flutua
sobre as águas, ao luar,
é uma lágrima da lua

nos olhos verdes do mar.
Sei que deste mundo lindo
vou sair, só não sei quando,
mas quero morrer dormindo
para entrar no céu sonhando.
O cego, com dedos certos,
tange a sanfona dorida,
e eu, com dois olhos abertos,
erro nas teclas da vida.
Para abraçar-te, menina,
meu anseio é tão profundo,
que a distância de uma esquina
parece uma volta ao mundo.
Sem ter da mulher o afeto,
não tenho felicidade.
Homem nenhum é completo
quando lhe falta a metade.
O amor e o sonho, querida,
são graças que Deus nos deu...
Quem não ama não tem vida,
quem não sonha já morreu.
-Oh! Que demora sem fim
para tua decisão!
Chegou tão tarde o teu sim,
que já parecia um não!
Quando o tempo se levanta
no sertão, e a seca vem,
não morre somente a planta,
morre a esperança também!
Como é belo ver a planta
que abre flores nos caminhos,
nas horas em que Deus canta
pela voz dos passarinhos!
Vou brincar com pirilampos
e beijar as flores nuas
pra ver se encontro nos campos
a paz que fugiu das ruas!
Em muitas ocasiões,
só somos bons elementos
porque certas intenções
não passam de pensamentos.
-O perdão é que é o sinal
de perfeita lucidez...
Quem se vinga faz o mal
do jeito que alguém lhe fez.
Quem, na mocidade, trunca
os sonhos de amor e paz,
talvez não conserte nunca
o estrago que o tempo faz.
A menina seminua,
presa, disse ao detetive:
– eu não me queixo da rua,
mas do lar que nunca tive!
Mais vale da vida o espelho
que muitos sermões no templo...
Em vez de nos dar conselho,
seu padre, nos dê o exemplo!
Minha mulher reza tanto
aos pés de Nosso Senhor,
que eu vou precisar ser santo
pra merecer seu amor.
Quando estou em meu terraço,
olhando os astros risonhos,
a Lua atravessa o espaço,
puxando o carro dos sonhos!

Comente com o Facebook:

2 comentários:

  1. Muito expressiva a sua poesia e inspiração, parabéns!

    ResponderExcluir
  2. http://www.poemas-del-alma.com/blog/mostrar-poema-437994


    “O TROVADOR”

    José Lucas de Barros
    78 aniversario.1939-2017
    .
    .
    Glorioso Minstrel grandes ilusões
    Ele fica animado quando pinta
    Grande dimensão tem suas visões
    Hummingbird suas letras e sua tinta
    -
    cheio de cores e sua criações
    com seus tropos nos deixa faminta
    saboreando o ritmo e canções
    sonoro trilling doce cauintã
    -
    Escreve variada modalidade,
    sonetos, glosas e poemas livres.
    destacando-se em trovas e cordel.
    .
    Nunca foi completa a felicidade
    e deixar a nosso coração vibre
    conhecê-Lo a nós é delegável.
    .

    .
    Dr. Rafael Mérida Cruz-Lascano
    “Hombre de Maíz, 2009”
    Guatemala, C. A.

    ResponderExcluir