Maria - Bráulio de Abreu

Maria
Eu vivo procurando, na cidade,
A casa onde Maria está morando.
Ela veio, eu fiquei, mas a saudade
Me faz andar por ela perguntando.

É loucura, talvez, da mocidade,
Por ela andar perdido como eu ando.
Porém, minha maior felicidade
É encontrá-la, e eu não sei como nem quando.

Intensificarei minha procura,
Pois, se eu perder Maria, a desventura
Virá morar comigo noite e dia.

Vou publicar este soneto agora...
Se alguém o ler, sabendo onde ela mora,
Mande dizer-me onde encontrou Maria.

Bráulio de Abreu



Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário